segunda-feira, 29 de outubro de 2007

Alternâncias...

Aqui, neste limitado ambiente virtual, sinto-me confinado, reduzido à expressão escrita, limitado pela falta da fonética.



Deixo ficar pedaços de mim
Espalhados pelo tempo
Memórias âmbar e marfim
De um passado que antecipo

Guardo o perfumado jasmim
Com que aromatizaste o meu campo
Guardo o cenário em cetim
Onde me fizeste deus do Olimpo

Subo montanhas, penedias agrestes
Sento-me, admirando o mundo
Recordando os beijos que me deste
Calando esta dor lá bem no fundo

E fico, não me solto das memórias
Vagueio por entre sons e imágens
Rio das lembranças, das histórias
Adormeço, escutando o vento entre as ramagens

18 comentários:

Um Momento disse...

Enquanto dormes,o teu sono velo...
Pedacinhos de ti encontro aqui e ali
Apanho-os com ternura, abraço-os com carinho e...Sorrio-lhes

Pois ao sorrir-lhes ...sopro-te pedacinhos de mim

Belissimo o que acabei de ler... e sentir

Beijo terno.. de mim ...em ti

(*)

Rosa dos Ventos disse...

Belo e sentido poema...
Parabéns!

Papoila disse...

desculpa lá mas não me pareces nada limitado...

Beijinhos
BF

♥≈Nღdir≈♥ disse...

Gargalhadas aterradoras soam no ar, andam por ai bruxas a enfeitiçar
Bruxedos, encantos, magias…
Cuidado!!! Não se deixem apanhar!!!!
(`“•.¸(`“•.¸ ¸.•“´) ¸.•“´)
♥ HAPPY HALLOWEEN ♥
(¸.•“´(¸.•“´ `“•.¸)`“ •.¸)

A Feiticeira do Fantasy
www.fotosdanadir.blogspot.com
--
O Feitiço do Just Feelings
www.ridanfeelings.blogspot.com

lenor disse...

Às vezes parece que ficas triste, Bartolomeu, e tu não és assim. Que estranho.

Sirk disse...

Muito bem, muito bem!

clap,clap,clap

Fábula disse...

é giro ir conhecendo pedacinhos de ti... um dia destes faço uma sopa! ;) eheheh!

Moura ao Luar disse...

Besitos carinhosos

Bartolomeu disse...

Olá fada "Momento"... ha pedacinhos de mim que não te aconselho a apanhares... podem ferir-te os dedos. Apanha só aqueles que te parecerem mais brilhantes... acho que por aí alguns espalhados.
;))
Um beijão !

Bartolomeu disse...

Olá Rosa ;)
Já viste? de vez em quando saem-me assim uns... quéqueupossofazer?
;))))

Bartolomeu disse...

Oi!!! Drinha Poila.
Se eu não estivesse limitado, seria um pássaro, um falcão... peregrino... hehehehe
Beijos Papoilinha linda!

Bartolomeu disse...

Olá Nadir!!!
Adoro bruchas, sabes?
Pelo simples facto de fazerem bro xedos, sempre achei que é necessário conhecer com muita precisão a natureza humana, para conseguir que um bro xedo surta o efeito desejado, não achas?
É porque senão... bahhh deixa pa lá...
;))))

Bartolomeu disse...

Leo, minha querida Leo, talvez ainda não tenhas notado, mas o teu grande amigo Bartolomeu, é humano!
É verdade Leozinha, ha dias em que me sinto mais alegrinho, outros, menos, e isso é notado na escrita, por pessoas dotadas de uma extrema sensibilidade, tal como tu.
A big, big, big kiss in your leep's.

Bartolomeu disse...

Oi Sirk!!!
Bates palmas explendorosamente.
lolol
Senti a tua ovação, em alternância...
;)))))

Bartolomeu disse...

Fabulosa Fábula, és boa cozinheira?
Ou seja... sopeira?
Aceitas uma sugestão?
Faz antes uma salada... russa. É que já me deram sopa a mais... mais do que já pedi que me dessem.
lolololol
Uma saladinha, ok?

Bartolomeu disse...

Olá Mourinha!
Me gustan mucho tus besitos, san besitos de tesão?
;)))))
Para quem ainda não conhece o blog da mourinha, aconselho uma visita, para além de se expressar muitíssimo bem, esta mocinha dá um realismo às cenas que descreve, que, a alternância, é vivê-las.
;))))

Palavras Soltas disse...

Belo poema
*Sorriso*

Bartolomeu disse...

Solta-se o poema em palavras
Que escorrem do pensamento
Estávam presas, como escravas
Libertei-as por um momento.

(Vá palavrinhas, acabou-se o recreio, voltem para o harém do Bartolomeu)
Quero encher o meu harem de "Palavras Soltas"
lololol
Um beijo, palavrinhas!!!