sábado, 13 de outubro de 2007

Um, Dó, Li, Tá

Trazes pedaços de sol e de mar
serenos, pendurados no cabelo
Trazes estrelas nos olhos, luar
fantasia, tudo em ti, é tão belo


Trazes solto, no corpo o areal
Dunas onde guardas teu segredo
Da tua voz, o timbre tão real
Que ecoa pelo mar, livre, sem medo

Sorris menina, ainda de sol dourado
Recolhes conchas que a onda oferece
Nesse teu jeito, simples, apaixonado
Vives o sonho contido numa prece

7 comentários:

Maria disse...

Poema - ternura.....
Bonito...

Abraço

sombra e luz disse...

belo passeio à beira-mar...

lenor disse...

Desta maneira, tu também sorris para todos nós, como se nos beijasses.

Rosa dos Ventos disse...

Bela menina no areal...

Abraço

andorinha disse...

Em relação a poemas raramente faço comentários.
Quando me "marcam", visualizo-os e sinto-os.
Foi o que aconteceu:)

Um beijo ( o nosso primeiro) :)))))

Maria Eduarda Horta disse...

lindo, lindo... treze... a dia 13.
Beijo

Papoila disse...

... Cara de de...
Sol sorrindo

Beijos
BF