sexta-feira, 28 de março de 2008

Todas & Todos

Todas as palavras que não foram decididas, estão ainda prontas para ser inventadas.
A todos os gestos e os olhares que viajam, foi-lhes aberta no espaço, uma rota de chegada.
A todos os anseios e suspiros já expirados, dar-lhes-hão novos prazos validados.
A todas as marcas e sinais no chão gravados, acederá novo homem, por saber.
Todas as coisas girararão perpetuadas nas suas existências.

8 comentários:

sinhã, a. disse...

E eu: girararei en volta do teu blogue. :-)

lenor disse...

O Futuro.

Rosa dos Ventos disse...

Gostei do teu girar...

Abraço

Bartolomeu disse...

Olá Sinhãzinha gira, gira, girando, numa giralda giratória, cá estarei, pegando a ponta do fio que te manterá nessa rota gravitacional.
lolololol

Bartolomeu disse...

Leo... Leo queridíssima, sempre atenta, sempre intuítiva... em vida passada, não terás sido uma fada?
Uma bela fada?
(esta insistência, foi mesmo propositada, para te levar a pensar que estou a querer fazer um trocadilho com a palavra fada)´
;)))))))
Je t'aime!!!

Bartolomeu disse...

Ha uma Rosa bem mais gira que o meu girar,
Indica-nos os pontos cardeais
É uma rosa que nos ajuda a orientar,
Uma Rosa, que nos torna mais reais.

Beijããããõ Rosinha linda!!!

Papoila disse...

Vim dar um beijo ao meu querido afilhado BartÔ

Tenho de passar com calma para te ler
Jinhos
BF

Bartolomeu disse...

Belo, doce e inebriante beijo Papoilinha.
Recebe outro, Bartolomeunesco...
;)))