domingo, 23 de março de 2008

Lá & Cá

Pois é... estive no Brasil, não ontem, nem ante-ontem, já passaram 15 dias.
Estive na antiga capital, Rio de Janeiro, estive hospedado no Copacabana Palace, na Av. Atlântica, a um passo do "calçadão" e a dois da praia.
Poucos locais onde já estive me provocaram a sensação de desagrado, porem o Rio, para além de desagrado, fez-me sentir logo de início o desejo quase incontível de me vir imediatamente embora.
No percurso do aeroporto para a cidade, avistam-se múltiplos aspectos de degradação, de desarrumação de completa pobreza e sujidade. O povo apesar de demonstrar afabilidade, é de uma indolência exasperante. Devo confessar, percorri diferentes artérias da cidade, a pé, com o relógio no pulso, por vezes atendendo o telemóvel e absolutamente sózinho. Duas coisas aconteceram: nem fui assaltado, tão pouco me apercebi de algum movimento nesse sentido e não fui abordado por uma carioca, desejando transar. Estas duas constatações, confirmam as minhas suspeitas... sou tão feio, mas tão feio, que nem os ladrões se arriscam, tão pouco as brasileiras.
Mas, minhas amigas e meus amigos, aquilo que mais me impressionou verificar naquele povo, foi a ausência de objectivos. Ao 2º dia de estadia, já fartíssimo de toda aquela indolência, enquanto me deslocava em visita ao "Corcovado", perguntei ao motorista do carro, o que faziam sentados em cadeiras, nos passeios, uns indivíduos que já tinha observado com frequência e que não me parecia que estivessem a vender alguma coisa. O motorista respondeu-me "não estão fazendo nada". Não? Mas eu já vi vários por aí, sentados em cadeiras isoladas, mas, são tantos assim, sem fazer nada?
Perante a minha admiração o motorista, sempre pausadamente reafirmou "é! esses cara tão só por aí" e argumentou "sabe o que é? brasileiro tem um lema de vida". Acredito que tenha, mas fico curioso, qual é esse lema? "relaxa e aproveita", responde-me o "cara" solicito.
Assim sendo, está tudo dito e, eu é que estou desenquadrado no meio de toda aquela bagunça.
E pronto, basei, não sem antes uma rapariga muito simpática me dedicar este tema;
http://www.youtube.com/watch?v=RzehD1VyuWE&feature=related
Elba Ramalho, chama-se ela... beijinho Elba, já cá estou... no meu aconchego!!!
;)

9 comentários:

sinhã, a. disse...

Lá e cá, relaxa e aproveita. :-)

lenor disse...

Em Copacabana e vc não foi pá praia ver fio dental em bundinha de mulatinha e mostrar seu calçãozinho, Bartolomeu? Endoidou?

Anabela disse...

Ai se o Dengue pica o menino e faz doi doi ....
Ahhh pois, pelas fotos notei o teu descontentamento tstststs
Dá deus nozes!

:o)

Beijos

Bartolomeu disse...

Vou tentar seguir o conselho, Sinhã.
Mas não muito, quer dezere... aproveitar, yha, relaxar, tb. mas non troppo.
lololol

Bartolomeu disse...

Oi Leonor, em Copacabana, num tia fio dentchal, tão interessante assim. Em Ipanema, sim, tia bundjinha legau, morena bonitchinha.
;)))))

Bartolomeu disse...

Oi mô mor Anabelinha... se o dengue tivesse "picado" o "menino"
Para além de inchado, o "menino" tinha ficado dengoso. Inchado... tásse bem, dengoso é que não convem.
Viste as minhas fotos querida?
;)))))

Rosa dos Ventos disse...

Ora bem que já voltaste!
Estou siderada...
Toda a gente diz maravilhas do Brasil em geral e do Rio em particular!

Aquele abraço

Fábula disse...

eu também quero ir ao Brasil. um dia.
olha, reparei que não escreveste o texto em brasuca... ;)

Papoila disse...

De volta ao nosso aconchego ...
BF