domingo, 20 de maio de 2007

Desejo-te

Desejo-te em campos de trigo manso,
A tua pele dourada. Espiga madura.
O teu ondular livre, amplo balanço.
Toda lascívia, pontuada de candura.

Desejo, o ai do teu corpo, da tua alma,
A tontura do teu suspiro infinito.
Ter-te em mim, completa e calma,
Beber em ti o beijo, docemente dito.

Desejo-te, como ao ar que se respira.
Como à água pura, fresca, de nascente .
Intensa, és a musa que me inspira.
Feiticeira, que me ama docemente.

Desejo-te ao luar da noite morna.
Suavemente inebriada de paixão.
Corpo lânguido, ardente de uma forma,
Cujo fogo se lhe desconhece a razão.

Sinto-te plenamente, meu amor.
Avanças pela noite, és presença.
Fica, abraça-me, enche de calor.
Meu corpo, minha alma de criança.

18 comentários:

lenor disse...

Ai que poema tão lindo!!!
Vão todas as miúdas ficar a pensar o mesmo que eu: "este foi para mim".
:)*

Bartolomeu disse...

Não creias Leonor.
Aquela a quem este poema se destina, vai sentir-se dentro dele.
:)*

Moura ao Luar disse...

Desejo Desejo haverá sentimento mais profundo que entra dentro de nós sem pedir

Bartolomeu disse...

:)
Será que já nascemos desejando, Moura Encantada?
Vais ver que o choro iniciático, foi o sinal do nosso primeiro desejo.
:))

Maria Eduarda Horta disse...

Feliz será a mulher desejada desta maneira. Espero!E felizes os que têm amores correspondidos...

Su disse...

que bom esse desejar............
jocas maradas

Fábula disse...

o que mais aprecio em poesias como esta, que escreves, é a musicalidade, o ritmo, a energia, a alegria...
uma pessoa lê isto e acaba a desejar ser desejada assim! =)

Bartolomeu disse...

A correspondÊncia de sentimentos, Maria Eduarda, é que por vezes se revela um exercício difícil.
Isto se considerarmos que no amor, o control das situações depende da nossa vontade.

Bartolomeu disse...

Su... minha amiga Su...
Desejar...
Oh como eu desejo o desejo
de te desejar, desejando
que desejes o que eu desejo
que eu guardei no teu beijo.
:)*

Bartolomeu disse...

Fabulosa Fábula...
Um dos primeiros ensinamentos dirigido aqueles que são iniciáticos na maçonaria, diz:
Não se deseja aquilo que se não conhece.
Gostava de saber como interpretas esta frase.
tá?

LEONOR C. disse...

O poema é lindo! Qualquer mulher gostaria que lhe fizessem um assim. Parabéns!

Um abraço

a sua vizinha disse...

Ó vizinho Bartolomeu, nem queira saber como gostei de tê-lo de visita à minha humilde casinha! Volte sempre, volte sempre porque ainda tenho mais notícias fresquinhas!Quanto a esta poesia, é uma maravilha. E ainda há quem diga que os homens já não sabem dizer coisas bonitas!


Um abraço da Diólinda

Bartolomeu disse...

Fico feliz porque gostaste Leonor c.
Todas as mulheres merecem poemas mais bonitos que este, sobretudo mais íntimos, mais personalizados.
Vou-te confidenciar Leonor... nunca uma mulher escreveu um poema para mim... ainda não o mereci certamente.

Bartolomeu disse...

Pode crer que voltarei á sua cazinha, não tão humilde como faz parecer, pois é um daqueles apartamentos com uma atmosfera bastante acolhedora, descontraída e simpática. A vizinha é muito alegre, e amável e o bairro, é simpático.
Quanto ao problema dos homens, vizinha, e não falo por todos, evidentemente, tem mais a ver com o sentido de oportunidade. Aqui entre nós, eu até acho que os homens dizem umas coisas... só que por vezes não as dizem quando as mulheres gostávam que dissessem.
Vai ver que tem a ver com o deslumbramento, o homem fica meio embasbacado perante a mulher e acaba a trocar-se todo.
Mas vamos insistindo, que vai ver, as coisas acabam por melhorar, é uma questão de treino.

moura disse...

a maneira que as mulheres têm de fazer poemas é despertar nos homens a inspiração para os escreverem para elas.Que beleza, o sentimento que ditou estou poema!

Bartolomeu disse...

Acrescento ao seu comentário, caro Moura, que as mulheres são em si mesmo, o poema que inebria e que faz o homem sentir-se divino.

Fábula disse...

eu já li, ou ouvi, essa frase antes. concordo que é necessário conhecer o "objecto" do nosso desejo para podermos desejá-lo... =)
... por outro lado, a título de exemplo, eu desejo a Paz no mundo e nunca conheci um mundo em Paz.... ;)

Bartolomeu disse...

Querida Fábula, não desprezes a tua capacidade cógnitiva...conheces o mundo e conheces o conceito de paz, é fácil idealizá-los unidos.
:)*