sábado, 15 de junho de 2013

Desisto!

Perguntou-me: Então, como vai ser...
Pensei: Seja como for, vai ser. Mesmo que não chegue a ser, será.
Respondi-lhe: Vai ser. Tenho a certeza que será.
Continuou a tirar a roupa e repetiu a pergunta, acrescentando; não te despes?
Respondi-lhe: Nem pensar, tenho frio.
-Mas vestido, não vai dar.
(não vai dar? nesse caso terei de pagar..)
Desisto!

20 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

E foi caro, meu caro? :-))

Abraço

Bartolomeu disse...

Está a sair-nos cada dia mais caro, minha cara amiga Rosinha!
Não sei onde nem quando este chupanço, vai parar.

Baila sem peso disse...

Caro é favor!
É caríssimo, e cada dia pior!!!

(vim num pulinho e vou já noutro
mas antes deixo um beijinho!) :)

Bartolomeu disse...

Um beijinho é sempre algo que recebo com todo o gosto, minha amiga Bailarina!
;)))

jorge esteves disse...

Desistir, por vezes, é uma forma de vitória. Militarmente falando, claro...
abraço!

jorge esteves disse...

Ó diacho!...
Desistiu mesmo?!...
Acho que não devia levar tanto a peito!...
abraço.

jorge
www.tintapermanente.com

jorge esteves disse...

Bom, sendo assim, espero que tenha sido apenas pelo sacroasanto direito de dizer 'não'!...
Tudo de bom.
abraço.
jorge
www.tintapermanente.com

jorge esteves disse...

Eu insisto, meu amigo!
E insisto porque é pena que este canto tenha sido silenciado!...
Abraço.

Bartolomeu disse...

Meu amigo Jorge, fico-lhe grato pela estima e pelo estímulo.
Talvez em breve sinta poder voltar a escrever alguma coisa com interesse e a publique aqui.
No imediato tenho a sensação que tudo está já demasiado dito, demasiado comentado, e demasiado estagnado.
Cumprimentos e obrigado pela passagem.

Olinda Melo disse...


Caro Bartolomeu

Faço minhas as palavras de Jorge Esteves.
É verdade,às vezes pensamos que já está tudo dito e que não vale a pena dizer ou escrever mais nada. Mas lembra-te do que disse aquele nosso famoso amigo: "Tudo vale a pena se a alma não é pequena". E penso que aquilo que escreves tem sempre interesse.

Bom Ano de 2015.

Abraço

Olinda

jorge esteves disse...

Bom Ano, amigo!

Bartolomeu disse...

Olá Olinda, Grato pela visita e pelo estímulo. Como já respondi antes ao nosso estimado amigo Estaves, talvez em breve escreva alguma coisa; por enquanto, achome em estado de hibernação, tal e qual como a natureza. Quem sabe na Primavera desatarei para aqui a botar letra...
;)

Olinda Melo disse...


Olá, Bartolomeu

Sim, a Primavera é um tempo de renovação, de renascimento. Cá te espero meu amigo. :)

E muito obrigada pelas palavras que me tens deixado lá no Xaile.Excelentes comentários.

Abraço

Olinda

Baila sem peso disse...

A primavera já está no ar!
Mesmo que ainda o frio aperte
e que tenha desistido
o meu amigo agora vai regressar
e nem que seja nu
um aroma de seu perfume
aqui vai deixar :))...
amigo Bartô
eu ando fugida, p`la cena da vida
mas hoje também aqui ´tou :))
e já muitos cantinhos andei a vasculhar...
é um exercício que fiz
porque a alma assim o quiz
e o tempo deixou-me falar!!

e um beijinho volto a deixar
na espera...no mêmo lugar!! :)))

Bartolomeu disse...

Olá amiga Bailarina Levezinha!
;)
Sempre carinhos nos teus poeticos comentários!
Mas ainda não é chegada a Primavera e na verdade, também não senti ainda chegar a vontade de postar.
Vamos esperar que ambas apareçam.
;)

Baila sem peso disse...

Cá para mim acho Bartô
andas um pouco como eu...
umas vezes venho
mas é mais as que vou ;)

Mas deixo aqui ficar na mesma o meu pé
pode ser que no entretanto
venha a vontade no verão
te apeteça o coração
e o deixes aqui, com fé!... ;)

e deixo beijinho a acarinhar
e vou postar... ;))

Bartolomeu disse...

Sinto-me desvanecido
Pelo verso e pelo carinho,
Que aqui me deixas, oferecido,
Neste meu quase esquecido cantinho.

Obrigado Bailarina, minha amiguinha sem Peso!

Olinda Melo disse...


Dois anos!
Isso é que é teimosia! :)

Abraço
Olinda

Bartolomeu disse...

Dois anos...
é muito tempo,
muitos dias,
muitas horas a escrever!

;) ;)
Ai se o Paulo de Carvalho lê isto...
Estou a ganhar coragem, Olinda.
Talvez um dia, envolto em nevoeiro...
:D :D

Olinda Melo disse...



Como D.Sebastião, que já tarda! :))

Abraço